04 março 2016

Convocação aos homens e às mulheres de bem

Paulo Metri – conselheiro do Clube de Engenharia

Em um exercício de abstração, estamos no ano de 2004 e governa o Brasil, o presidente José Serra, que foi precedido, neste cargo, pelo seu companheiro de partido Fernando Henrique Cardoso (FHC). Tudo que ocorreu no Brasil até o início da eleição presidencial de 2002, nesta alternativa de fluxo da história, é idêntico ao nosso passado. Contudo, a partir desta eleição, tudo mais é diferente, inclusive o fato de José Serra ter ganhado a eleição. Estamos em outro curso da história, em um universo paralelo. Mas, as ações de FHC, durante a presidência, são as ações que já vivenciamos no curso histórico que estamos.
Neste mundo, a Federação Russa é uma nação poderosa, que confronta política e militarmente os Estados Unidos, em uma guerra fria que continua existindo, mesmo após a desarticulação da União Soviética. O período Yeltsin nunca existiu, tendo Putin tomado o poder logo após a renúncia de Gorbachev. Ele conseguiu a proeza de recuperar rapidamente a economia e o prestígio da antecessora URSS. A temível KGB está intacta, espalhando terror pelo mundo, de forma análoga à CIA e à NSA, que conhecemos bem.
Continuando com o exercício de abstração no Brasil, por pressão de um movimento das federações e centrais sindicais, que conseguiram trazer milhares de trabalhadores para as ruas, a posse dos meios de comunicação de massa foi, na sua maior parte, transferida do setor privado para estas federações e centrais. Não se consegue comprovar, mas dizem que a transferência foi possível graças à compra dos votos de parlamentares corruptos com dinheiro farto vindo da KGB.
Neste mundo alternativo, a mídia sindical tendenciosa, com apoio de parte do judiciário e da Polícia Federal, após a escolha dos seus altos escalões pelo critério da maior fidelidade aos pensamentos sindicais, trama contra o mandato eleitoralmente vitorioso do presidente Serra e deseja enxovalhar a honra do ex-presidente FHC. Um juiz, que fez estágio na Federação Russa, está trabalhando em várias das inúmeras denúncias nas quais o ex-presidente é correta ou erroneamente citado.
A parte mais esclarecida da sociedade tende a dar maior valor às versões oferecidas pelos blogs ditos sujos, que confrontam as versões da mídia controlada. Alguns líderes sindicais, como creem que podem fazer tudo, pois os fins são nobres, são os responsáveis pelas versões dadas por sua mídia. Outros destes líderes, apesar de reconhecerem o “tendenciosismo” das versões dadas, como querem permanecer no poder, as apoiam. A grande massa, cujo acesso aos blogs sujos é limitado, enquanto o acesso à mídia sindical censurada é franqueado, vive em uma realidade irreal. Nem desconfia que a verdade possa ser outra, totalmente diferente.
Neste exato momento, o conjunto destas forças políticas, que são a mídia convencional, uma parte do judiciário e da Policia Federal sob o comando sindical e alguns políticos inescrupulosos, com imensa ânsia de poder, arquiteta um plano diabólico, baseado em supostos fatos, que podem ser eventualmente só mentiras. Para tristeza da espécie, a Justiça neste mundo não garante que, necessariamente, justiça será feita.
Meu outro ser deste universo paralelo, que, não sei por qual razão, consegue se comunicar comigo, está no momento conclamando “todos os homens e as mulheres de bem, conscientes da armação maquiavélica em curso, a se rebelarem contra a manipulação das massas e o desrespeito às garantias mínimas do Estado de Direito”. Eu concordo com ele. Não se pode viver em um mundo movido a ódio, onde só existe pressão para investigação sobre os membros de um grupo político, enquanto supostos transgressores do outro grupo ficam livres de averiguação. E quando as ações da Justiça sobre os acusados, por piores que possam ter sido seus supostos erros, lembram as ações de tortura. O ex-presidente FHC, apesar de não estar acima da lei, não pode ser vítima de armadilhas, quando o grupo de interesses restritos o persegue. Garantia do Estado de Direito é uma questão de civilidade e condição preliminar para as demais conquistas acontecerem.

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home